Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

NAVEGAR É PRECISO

NOVO TERMINAL DE CRUZEIROS DE LISBOA

 terminal Cruzeiros Lisboa 3.jpg

O navio Monarch foi o primeiro a utilizar a nova Gare de passageiros do Terminal de Cruzeiros de Lisboa. Na segunda-feira, 18 de setembro, passaram pelo terminal cerca de 3500 pessoas, numa operação de turnaround, com o desembarque dos passageiros que terminaram uma viagem com origem em Warnemunde (Alemanha), e o embarque para um cruzeiro de 8 dias com destino às Ilhas Canárias. 

 

A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino marcou presença, acompanhada da Presidente do Porto de Lisboa, Lídia Sequeira e do Diretor do Terminal, Ricardo Ferreira tendo visitado demoradamente as instalações da nova Gare e testemunhado o desenrolar das diversas fases da atividade deste primeiro dia do Terminal de Cruzeiros de Lisboa que envolveu, para além dos trabalhadores do Terminal, entidades como o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e a Autoridade Tributária e Aduaneira.

Terminal Cruzeiros Lisboa 1.jpg

Na ocasião, Ana Paula Vitorino considerou este novo terminal como “uma obra que honra a arquitetura e a engenharia portuguesas, que estabelece uma relação fantástica entre a cidade e o rio através de uma integração harmoniosa de todos os elementos da envolvente, importante para o turismo e para a economia do mar”, acrescentando que “é uma infraestrutura pronta para acolher o crescimento previsto do Porto de Lisboa na área dos cruzeiros de turnaround e dota a capital de capacidades competitivas para concorrer com outras cidades neste segmento”. 

 

A Ministra do Mar referiu que “esta é uma visita de trabalho para assinalar o arranque das operações no novo Terminal e não uma inauguração oficial, a qual ocorrerá em data oportuna após o ato eleitoral e empossado o novo executivo de Lisboa”, tendo considerado que “estamos no bom caminho, com um novo terminal de cruzeiros de excelência e com a realização em Lisboa, em 2018, da Seatrade Cruise Med, uma das maiores feiras de cruzeiros do mundo. Obra e passos concretos importantes para fazer acontecer o mar."

 

O Diretor do Terminal, por seu turno considerou que o fluxo do processamento de bagagens e de passageiros decorreu com grande normalidade, sem quaisquer problemas de segurança e que a capacidade de resposta foi muito boa considerando que foi a primeira vez que a infraestrutura foi utilizada, e numa operação mais complexa como é a de turnaround.


O projeto do novo terminal de cruzeiros de Lisboa, que foi iniciado em 2007 pelo Porto de Lisboa (APL) no âmbito das Orientações Estratégicas para o Setor Marítimo Portuário, consistiu numa fase inicial na construção de novo cais e reabilitação do existente. Com a realização da obra marítima, o terminal de cruzeiros ficou dotado de 1490 metros de cais acostável, incluindo o reforço dos cais existentes e o tratamento e consolidação dos lodos e aterro da doca do Terreiro do Trigo.


A construção da nova Gare, da responsabilidade do LCT – Lisbon Cruise Terminals, que desde 2014 tem a concessão do terminal de cruzeiros do Porto de Lisboa, o investimento global ascende a 23 milhões de euros.
No final de 2017 prevê-se que as escalas de navios atinjam as 337, com o número de passageiros a chegar aos 524 mil, representando um crescimento de cerca de 8% do número de escalas face a 2016. Estes números farão de 2017 o segundo melhor ano de sempre da atividade de cruzeiros no Porto de Lisboa. Os recordes foram alcançados em 2013, com 353 escalas e 558 mil passageiros.

Terminal Cruzeiros Lisboa 2.jpg

O ano de 2018 o melhor de sempre na atividade de cruzeiros em Lisboa, com um novo recorde de escalas de navios, 361, e de passageiros, 617 mil.

 

O próximo ano será também o da realização, em Lisboa, da 12º edição da Seatrade Cruise Med, uma das maiores feiras de cruzeiros do mundo. Espera-se que a organização deste evento tenha um efeito multiplicador na atividade de cruzeiros.


A flexibilidade e a acessibilidade, a segurança, a qualidade ambiental e o conforto são as principais mais-valias do novo terminal. Com uma gare com uma área de 13.800 m2 e um cais de 1.490 metros de comprimento, Lisboa tem capacidade para receber navios de vários tipos e dimensões com um calado até 12 metros.


A nova gare de passageiros com 3 andares, dispõe de 360 lugares de estacionamento público e 80 lugares de estacionamento de autocarros / táxis e carros turísticos. Tem 65.000 m2 de área desenvolvida (jardins, estacionamentos e estradas de acesso) e um sistema de passarela com 600 metros, totalmente automatizado, com uma ligação ao terminal.


O terminal conta com 3.500 m2 de área para desembarque e recolha de bagagem e mais 2.100m2 de área para embarque e check-in.


O novo edifício do Terminal de Cruzeiros de Lisboa foi concessionado à LCT - Lisbon Cruise Terminals, consórcio constituído pela Global Liman Isletmeleri A.S., Grupo Sousa, Investimentos, SGPS, Ld.ª, Royal Caribbean Cruises Ltd., e Creuers del Port de Barcelona, SA.


O projeto de arquitetura, da autoria do arquiteto português João Luís Carrilho da Graça, capacita o Porto de Lisboa para o desenvolvimento do segmento de turnaround. O potencial que Lisboa apresenta nesta área é muito elevado, em especial se tivermos em consideração a sua localização no cruzamento das principais rotas – mediterrâneo, báltico, transatlântico, Atlântico – o que lhe confere vantagens acrescidas relativamente a outros portos no que respeita ao início e fim de época e para as viagens de reposicionamento.

 

Com a devida vénia ao Porto de Lisboa

BLACK WATCH

Colocado ao serviço em Junho de 1972, com o nome Royal Viking Star, foi construído nos estaleiros Wärtsilä Helsinki New Shipyard, na Finlândia, proporcionando à época cruzeiros de luxo pelo mundo e não apenas nas Caraíbas.

 

Este navio foi objecto em 1981, de um alongamento de 27,7 metros, nos estaleiros da Seebeckwerft na Alemanha.

 

Após mudanças de nome e de proprétário em 1991 e 1994, acabou por ser vendido em 1996 à Fred. Olsen Cruise Lines passando a ter o nome actual.

 

Tem capacidade para cerca de 820 passageiros (aquando da construção, apenas 539) e uma velocidade máxima de 22 nós. 

DSC_0876.JPG

DSC_0862.JPG

 Fotos em Lisboa - 07/11/2016

MSC MERAVIGLIA - A OITAVA MARAVILHA DO MUNDO EM LISBOA

“O Navio para todas as Estações” é o 13º navio da frota MSC Cruzeiros e o maior alguma vez construído por uma companhia de cruzeiros Europeia.

mscmeraviglia-lisboa-msccruzeiros (3).jpeg

 

Lisboa, 7 de Junho de 2017 – Lisboa recebeu hoje a mais recente maravilha da frota MSC Cruzeiros, o MSC Meraviglia, após o seu baptismo no passado sábado em Le Havre, onde foi inaugurado pela lendária e madrinha de todos os navios da MSC Cruzeiros, Sophia Loren. O 13º navio da frota tem 171,598 toneladas de arqueação bruta e capacidade para 5,714 passageiros, e é o maior navio a ser construído por uma companhia de cruzeiros Europeia e também o maior navio a ser entregue em 2017.

 

Para celebrar a escala inaugural do MSC Meraviglia, estiveram presentes na cerimónia a bordo cerca de 170 pessoas, entre autoridades, imprensa, parceiros e convidados, que assistiram à habitual troca de placas com o Comandante do navio, Comandante Pontecorvo e as autoridades portuárias de Lisboa. O evento contou também com a presença dos Embaixadores de Itália, Sr. Giuseppe e Sra. Sheba Morabitto.

 

Eduardo Cabrita, Director Geral da MSC Cruzeiros Portugal afirmou que: “A MSC Cruzeiros é a companhia de cruzeiros número um na Europa e líder de mercado em Portugal pelo quarto ano consecutivo, e é com grande orgulho e satisfação que recebemos em Lisboa o 13º navio da nossa frota, na sua viagem inaugural. O MSC Meraviglia é o primeiro navio de próxima geração e marca o começo da segunda fase de crescimento da MSC Cruzeiros com um investimento de mais de €9 mil milhões até 2026. Acredito que os próximos 10 navios que se seguem – e este é o primeiro dos 11 novos navios de três novos protótipos diferentes – vão ajudar, com certeza, os portugueses a optar cada vez cada vez mais pelas férias a bordo de um cruzeiro MSC.”

 

O MSC Meraviglia terá a possibilidade de fazer escala na maioria dos portos de cruzeiro internacionais e está previsto tornar-se um dos destinos mais procurados no mar. Algumas das características que diferenciam o MSC Meraviglia são:

 

- Entretenimento de nível Mundial do Cirque du Soleil, com dois espectáculos exclusivos Cirque du Soleil at Sea, criados apenas para o MSC Meraviglia que consistirá em duas performances durante seis noites da semana, onde os passageiros poderão desfrutar de uma experiência única de show & dinner ou show & cocktail.

 

- Uma maior variedade de opções gastronómicas e bares do que em qualquer navio MSC até à data, com 12 locais diferentes para jantar e 20 bares.

 

- Sendo uma companhia familiar, as actividades e serviços para crianças e jovens estão no centro do que a MSC oferece aos viajantes e a family deck area dedicada inclui uma novíssima oferta de entretenimento e instalações de última geração para toda a família.

 

- MSC for Me, a nova experiência digital, criada para que os viajantes possam aproveitar ao máximo as suas férias, conectando-os às experiências mais desejadas por si.

 

- O MSC Yacht Club com novas características e acomodação luxuosa cobrindo três decks, instalações privadas e serviço de mordomo 24 horas.

 

- O mais longo ecrã LED Sky em mar, com 80 metros de comprimento, acompanhando uma fantástica Promenade ao estilo Mediterrânico, com 96 metros de comprimento, criada para se tornar o centro social do navio.

 

- Acomodações confortáveis e inovadoras para ir ao encontro de todas as necessidades, o que demonstra a forma como a MSC Cruzeiros privilegia o viajante ao projectar o navio, com 10 diferentes tipos de camarotes para escolher, existe, de facto, algo para todos.

mscmeraviglia-lisboa-msccruzeiros (4).jpeg

A viagem inaugural do MSC Meraviglia teve início no dia 4 de Junho a partir de Le Havre, realizando escalas em Vigo e Lisboa, de onde seguirá para Barcelona, Marselha e Génova, onde começará os seus itinerários a partir do dia 11 de Junho. O MSC Meraviglia vai oferecer seis portos de embarque no Mediterrâneo Ocidental incluindo os populares portos de Génova, Marselha e Barcelona, bem como magníficos destinos do Mediterrâneo incluindo Nápoles, Messina, na Sicília e Valetta, em Malta.

LISBOA - VENTURA, da P&O CRUISES, o navio com mais escalas em 2017

Umas pequenas notas sobre o navio de cruzeiro que mais escalas faz em Lisboa, em 2017. Serão doze. A primeira foi em Janeiro e a última será na véspera de Natal.

800px-P&O_Cruises_Ventura,_Tallinn,_2009.jpg

 Jüri Kaljundi [Attribution], via Wikimedia Commons

 

O MV Ventura é um navio pertencente à frota da P & O Cruises, tendo sido construído pela Fincantieri nos estaleiros de Monfalcone, em Itália. Tem cerca de 116 mil toneladas, sendo o segundo maior da frota. Entrou ao serviço em 2008, tendo sido remodelado em 2013.

ships_Ventura_carousel1.jpg

O Ventura tem capacidade para até 3.192 passageiros, em 1.550 cabines, sendo que cerca de 60% possuem varanda privada. Tem 14 decks, 8 restaurantes e 5 piscinas, possuindo o maior teatro de um navio britânico. 

Ventura theatre.jpg

Trata-se de um navio familiar, com diversas instalações para jovens, entre as quais se destacam parques infantis ao ar livre. O personagem Noddy faz diversas aparições durante as viagens.

Ventura Noddy.jpg

 Fontes: Wikipédia e P&O Cruises

TERMINAL DE CRUZEIROS DE LISBOA

Em 2017 o Porto de Lisboa espera a visita de 320 navios de cruzeiro com cerca de 535.000 passageiros, o que representa um aumento de 2% relativamente a 2016. 

 

Destes 320, sete aportarão a Lisboa pela primeira vez, estando as autoridades portuárias a preparar cerimónias especiais de boas vindas para essas ocasiões. São estes:

 

Viking Sky – Viking Ocean Cruises

Freedom of the Seas – Royal Caribbean International

TUI Discovery 2 – TUI Cruises

MSC Meraviglia – MSC Cruises

Columbus – Cruise & Maritime Voyages

Silver Muse – Silversea Cruises

Caribbean Princess – Princess Cruises

 

NovoTerminal Cruzeiros de Lisboa.png

 (obras do novo Terminal, no início do ano)

 

A LCT – Lisbon Cruise Terminals, empresa privada que opera desde 2014 (em concessão por 35 anos) os quatro terminais do Porto de Lisboa tem em construção o novo Terminal de Cruzeiros de Lisboa, planeado para entrar em pleno funcionamento este ano, a partir de Maio. Trata-se de um investimento de 22 milhões de euros para uma área total de 13.000 m2. 

 

Com este novo terminal, projecto do prestigiado Arquitecto Carrilho da Graça, Lisboa espera passar em dez anos dos actuais meio milhão de passageiros/ano, para o dobro. No entanto as novas instalações permitirão um crescimento até 1,8 milhões de passageiros e promoverão o aumento de operações, com grande impacto no turismo e mais benefícios para a economia.

 

DSC_0223.JPG

 (obras em meados de Abril)

 

Trata-se de um Terminal com o conceito de “amigável”, tendo em consideração os aspectos de conforto, acessibilidade e flexibilidade nos serviços prestados aos passageiros dos navios, de acordo com a procura do corrente e do futuro tráfego.

 

O futuro Terminal fica próximo dos actuais, no centro de Lisboa, a curta distância de muitos sítios históricos. A cidade está idealmente situada para ponto de comutação ou de base para cruzeiros entre o Mediterrâneo, o Norte da Europa e as Ilhas do Atlântico. Com grande escolha de hotéis e um aeroporto central, a localização de Portugal permite os vôos mais curtos do continente europeu para o Norte e o Sul da América.

 

DSC_0227.JPG

 

DSC_0224.JPG

 

Traduzido e adaptado e primeira foto de MedCruise

COSTA MEDITERRANEA EM LISBOA

Chegou hoje, por volta das 9 horas a Lisboa, vindo de Cadiz , o navio Costa Mediterranea. Parte amanhã, para Valência, pelas 14 horas.

DSC_0219.JPG

Trata-se de um navio, com capacidade para 2.680 passageiros, sendo um dos poucos da Costa Crocieri que não foi construído em Itália, tendo sido executado pelo estaleiro "Kvaerner Masa-Yards (KMY)", em Helsínquia, Filândia.

DSC_0221.JPG

Este navio, entrado ao serviço em 2003, vai fazer várias escalas em Lisboa este ano, sendo um dos que mais vezes vai visitar Portugal.

DSC_0225.JPG

O Costa Mediterranea tem 16 decks (12 acessíveis aos passageiros) e a sua decoração é inspirada nos antigos palácios de Itália.

20170410_193515.jpg

Costa Mediterranea – Wikipédia, a enciclopédia livre

O navio dispõe de três piscinas, cinco restaurantes e quinze elevadores.

 

20170410_192910.jpg

 Fotos em Lisboa - 10/04/2017

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Tags

mais tags

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D